Como usar um midi… sem usá-lo!


Eu sei que nem todo mundo gosta da sonoridade do midi. Se usamos o midi num instrumento ou VST que não seja de boa qualidade, o som do midi fica parecendo “musiquinha de celular”. Ainda assim, mesmo que você não queira utilizar o som eletrônico do midi diretamente, ele ainda pode ser útil “nos bastidores”.

– Você pode aproveitar somente a idéia dos arranjos. Na gravação de um álbum por exemplo, você pode gravar o midi numa pista (com o som de um teclado, sintetizador do Windows ou VST). Depois, vai colocando as vozes e os instrumentos reais, um a um, junto com o midi, e, no final, você “deleta” a pista onde estava gravado o midi.

– Você pode usar somente uma parte do midi, ou alguns instrumentos mais interessantes. Para os instrumentos principais (sax, guitarra, acordeon, por exemplo), você pode contar com um instrumentista real.

– O midi pode ser usado nos ensaios. Os instrumentistas reais podem se orientar através do conteúdo do arquivo midi apenas nos ensaios

– Você pode imprimir as pistas do midi em partituras.

Veja como o midi quase sempre vem para ajudar, mesmo que sua gravação ou apresentação não tenha nenhum som eletrônico! O midi pode ser usado nos ensaios individuais de casa músico, no ensaio em grupo, numa gravação ou num show. Veja quanto tempo de ensaio e gravação podem ser poupados!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s